Desordem de la Ordem

Narrador: eita carai


22 anos e merda nenhuma de horizonte

Compartilhe
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-28, 6:53 pm

Sinceramente, não sei o que fazer da vida, não sei do que exatamente gosto, apesar de apreciar muito atividades criativas como desenvolver um produto útil ao mercado, criar bons textos, ou até mesmo um canal de youtube, eu não sei exatamente pra qual rumo ir.

Eu jurava que com a ciência da computação eu seria feliz criando meus softwares e no curso percebi que a criatividade passava longe dali, pelo menos da forma que criatividade me chama a atenção, enfim a ciência da computação se tornou pra mim algo altamente tedioso e pintou aquele interesse na engenharia de software, como descrito em outro tópico criado por mim.
Mas tenho medo, tentei esconder isso de mim, mas não adianta eu me enganar, tenho medo de essa onda passar, como todas as outras.

Como assim como todas as outras ask?

Eu sempre me apaixono por uma ciência ou atividade loucamente, curto pra krl, leio pra porra e quando vejo já estou em outra. Já teve de tudo, biologia, psicologia, matemática, química, física mecânica, eletromagnética, computação e a lista é interminável. Pra se ter uma ideia, pego uma matéria dessas que vc tem que pegar fora da tua área, de Astrobiologia, e é foda pra Dr. Carvalho.
Tenho muita dificuldade de focar meus conhecimentos em uma só área, eu enjoo muito fácil, e não é medo de aprofundar, afinal, moços, eu já peguei Fisiologia vegetal. Difícil pra porra e lindo.

Basicamente eu fico estudar coisas altamente desconexas, até que faça uma sinapse que acaba por incrível que pareça, conectar tudo. E a sensação é foda pra Dr. Carvalho, absurda, ainda mais quando se aplica a construção de algo.
Até gosto musical é altamente instável, a ponto de um mês eu adorar o estilo X e no mês seguinte repudiar, logo dps gostar dnv.


Tive várias idéias boas, porem complicadas de se por em prática devido a questões legais e dinheiro(sim, bem mais do que o banco investiria em um zé ninguém).

Parece que tudo na minha vida é impraticável devido a algo, desde minha tendencia maluca de estudar, até minha questão financeira e o país burocrático e controlador que vivo.
Mas antes que você fale, eu sei, isso é desculpa minha. Mas mesmo sabendo do problema, não identifico soluções.
Que merda há com minha cabeça e minha vida? Parece que não nasci pra esse mundo.
avatar
Paulo
Transão

Mensagens : 2959
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 116

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Paulo em 2014-05-28, 6:59 pm

ainda da tempo de ingressar na carreira militar

as incrições pra ESCOLA DE SARGENTO DAS ARMAS, (ESA) estão aberta,

idade requerida é de 18 - 24 anos.

se eu fosse voce tentava entrar, é uma carreira brilhante com uma otima estabilidade.



 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Axel
Transão

Mensagens : 2427
Data de inscrição : 22/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Axel em 2014-05-28, 7:35 pm

Tô na mesma situação que a sua, não sei o que seguir e o que as universidades/faculdades oferecem também não me atrai muito.

Fui pra CC também, mas desisti dessa área, vi que a coisa era muito diferente do que eu pensava.

O jeito que eu encontrei foi tentar os concursos públicos para ver se pelo menos eu consigo bancar umas coisas por conta própria, até eu achar um rumo para seguir.

Problema é que o tempo passa e vai ficando cada vez mais difícil de estudar e ainda mais ser chamado, pior agora com cotas para negros (não sendo racista nem nada).


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~~ Perfect, Sexy and Elegant Servant ~~

Clique [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e saiba como vencer na vida.
avatar
Bob Joe
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 165
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 103

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Bob Joe em 2014-05-28, 8:10 pm

Cara, tirando a parte dos pais, minha personalidade bate bastante com a sua. Gosto de aprender de tudo, mas não costumo me especializar em nada, simplesmente enjoo. E faço isso com o mesmo objetivo com você, de buscar padrões associativos, perceber correlação entre fenômenos e fatos. E isso dá um tesão desgraçado, algum neurotransmissor deve bombar no meu cérebro toda vez que aprendo algo novo e isso se liga de forma incrível com algo que eu já pensava ou já tinha visto.

Mas isso me torna um generalista de primeira. Até mesmo na minha área de computação, onde procuro especializar ao máximo para atingir os objetivos de pós-graduação, ainda fico puxando coisas de fora para compor um cenário maior que, apesar de ser interessante, não tem objetivo prático algum (por exemplo, fico empolgado ao observar como a computação e a linguística tem uma ligação em compiladores, mesmo isso não tendo NADA haver com minha linha de pesquisa).

Só que eu me livrei a muito tempo das amarras econômicas e sociais. Talvez eu nunca tenha tido as primeiras, já que minha família sempre foi mais humilde. Não quero uma carreira de extremo sucesso, não quero casa de muitos cômodos, carro importado ou roupas de grife. Não almejo amigos ricos e bem relacionados, os maiores círculos sociais, baladinhas top ou as mais belas mulheres do mundo. E isso me tirou muito desse desespero de TER que fazer algo "sério" da vida, posso fazer as coisas que tenho interesse sem ter que ficar nessa de "como os outros me olharão depois disso". Quero só ter um dinheirinho pra criar uma futura pequena família, poder comer bem, viajar uma vez por ano e comprar coisas que eu goste.

Hoje, tenho em mente que minha personalidade é de professor. Não sei se é o seu caso, mas sempre imaginei que pessoas como a gente tem que ter o dom de ensinar. Sim, porque somos curiosos, somos generalistas, fazemos associações com facilidade, então porque não usar essas qualidades para ensinar? Afinal, aposto que você adora conversar sobre as coisas que aprende.

No final das contas, desisti de procurar por algo que sou apaixonado, simplesmente porque acho que isso não existe. Gosto de tudo, ao mesmo tempo que não gosto de nada. Hoje, sigo o caminho para ser um professor universitário e pesquisador. A pesquisa substitui um pouco a necessidade de aprender coisas novas e o lecionar vai me dar oportunidade de falar um pouco. Além disso, só o ambiente de grandes universidades pode proporcionar conteúdo suficiente para alguém que quer aprender mais sobre ciência.


Reflita se todas essas exigências sociais de "ser bem sucedido" realmente se encaixam para você. Querendo ou não, a gente tem que escolher se aprofundar em algo um dia. Então tente escolher pelo menos alguma coisa que vá te possibilitar voltar à superfície algum dia, que é o lugar que te faz mais feliz.
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-28, 8:34 pm

Bob Joe escreveu:Cara, tirando a parte dos pais, minha personalidade bate bastante com a sua. Gosto de aprender de tudo, mas não costumo me especializar em nada, simplesmente enjoo. E faço isso com o mesmo objetivo com você, de buscar padrões associativos, perceber correlação entre fenômenos e fatos. E isso dá um tesão desgraçado, algum neurotransmissor deve bombar no meu cérebro toda vez que aprendo algo novo e isso se liga de forma incrível com algo que eu já pensava ou já tinha visto.

Mas isso me torna um generalista de primeira. Até mesmo na minha área de computação, onde procuro especializar ao máximo para atingir os objetivos de pós-graduação, ainda fico puxando coisas de fora para compor um cenário maior que, apesar de ser interessante, não tem objetivo prático algum.

Só que eu me livrei a muito tempo das amarras econômicas e sociais. Talvez eu nunca tenha tido as primeiras, já que minha família sempre foi mais humilde. Não quero uma carreira de extremo sucesso, não quero casa de muitos cômodos, carro importado ou roupas de grife. E isso me tirou muito desse desespero de TER que fazer algo "sério" da vida.

Hoje, tenho em mente que minha personalidade é de professor. Não sei se é o seu caso, mas sempre imaginei que pessoas como a gente tem que ter o dom de ensinar. Sim, porque somos curiosos, somos generalistas, fazemos associações com facilidade, então porque não usar essas qualidades para ensinar? Afinal, aposto que você adora conversar sobre as coisas que aprende.

No final das contas, desisti de procurar por algo que sou apaixonado, simplesmente porque acho que isso não existe. Gosto de tudo, ao mesmo tempo que não gosto de nada. Hoje, sigo o caminho para ser um professor universitário e pesquisador. A pesquisa substitui um pouco a necessidade de aprender coisas novas e o lecionar vai me dar oportunidade de falar um pouco. Além disso, só o ambiente de grandes universidades pode proporcionar conteúdo suficiente para alguém que quer aprender mais sobre ciência.


Reflita se todas essas exigências sociais de "ser bem sucedido" realmente se encaixam para você. Querendo ou não, a gente tem que escolher se aprofundar em algo um dia. Então tente escolher pelo menos alguma coisa que vá te possibilitar voltar à superfície algum dia, que é o lugar que te faz mais feliz.

Que parte dos pais? Laughing 

@ Poxa, acho bom saber que tem mais gente como eu por aqui. Eu não tenho essas amarras em ser super bem sucedido, só quero ganhar grana o suficiente para sustentar uma casa de condomínio fechado(pequena), viagens e bancar pequenos projetos meus. Tá, eu sei que é acima da média, mas não é nada absurdo, até porque não quero ter filhos e duvido muito mudar de idéia

Quanto a ser professor, eu acho muito foda o ato de ensinar, mas não de dar aulas. Existem por exemplo canais de youtube como o [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] que eu acho incrível. Uma pena minha oratória ser uma bosta, mas penso montar algo futuramente, sem me aplicar a isso como fonte de renda, pois precisa ser absurdamente bom pra tirar dinheiro disso.

avatar
Nightmare Elf
Admin OdD
Admin OdD

MBTI : INTJ
Mensagens : 5723
Data de inscrição : 22/08/2009

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Nightmare Elf em 2014-05-28, 9:12 pm

Cara, pra te dar um conselho explicando o mínimo possível: melhor coisa que eu fiz foi me formar. Eu demorei 1 período a mais por causa do intercâmbio, e acho que valeu a pena, mas se não tivesse saído do país acho que formar em 5 anos é muito tempo mesmo para engenharia.

Nada melhor do que se livrar de amarras acadêmicas, assim você garante que o seu tempo está sendo usado para algo que você realmente queira entender ou fazer.

Fora isso, acho muito válido você começar a quantificar quanto custa a vida que você quer ter. Querer ter uma simples casinha branca com quintal pode significar ser pobre no interior de Roraima ou ser o 1% da humanidade no interior de Paris.

Depois eu posto um "se eu voltasse no tempo para quando eu tinha 22", mas antes, me responda: o que você, na prática, já tentou fazer? Você falou em amarras, mas me mostre exemplos reais que te fez sofrer com, sei lá, a burocracia brasileira?

Eu reclamo de burocracia porque sou liberal, mas nunca senti na pele a dificuldade para abrir uma empresa porque, erm, nunca tentei abrir uma.


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
Membro da panela dos que tinham dragões antes disso ser legal
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



OdD 1: Ascensão 22/08/2009 - 20/07/2011
OdD 2: Queda 20/07/2011 - 22/03/2014
OdD 3: Atendendo a pedidos - 22/03/2014+
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-28, 10:17 pm

Nightmare Elf escreveu:Cara, pra te dar um conselho explicando o mínimo possível: melhor coisa que eu fiz foi me formar. Eu demorei 1 período a mais por causa do intercâmbio, e acho que valeu a pena, mas se não tivesse saído do país acho que formar em 5 anos é muito tempo mesmo para engenharia.

Nada melhor do que se livrar de amarras acadêmicas, assim você garante que o seu tempo está sendo usado para algo que você realmente queira entender ou fazer.

Fora isso, acho muito válido você começar a quantificar quanto custa a vida que você quer ter. Querer ter uma simples casinha branca com quintal pode significar ser pobre no interior de Roraima ou ser o 1% da humanidade no interior de Paris.

Depois eu posto um "se eu voltasse no tempo para quando eu tinha 22", mas antes, me responda: o que você, na prática, já tentou fazer? Você falou em amarras, mas me mostre exemplos reais que te fez sofrer com, sei lá, a burocracia brasileira?

Eu reclamo de burocracia porque sou liberal, mas nunca senti na pele a dificuldade para abrir uma empresa porque, erm, nunca tentei abrir uma.

Eu seria produtor artesanal de hidromel, elf.

Mas a burocracia, além de permitir a venda apenas de um hidromel estranho e bem padronizado, o força a produzir apenas em alguns materiais, sendo que o estado não tem capacidade de analisar o quê é melhor pra saúde do usuário. Trocando em cálculos, o processo me faria gastar em torno de 90mil reais apenas em fermentadores de inox, sendo que, a longo prazo, é o que eu faria, pois é um material durável e excelente, porem, para se iniciar um negócio, eu poderia tranquilamente, e com total segurança para o consumidor de meu produto, utilizar fermentadores de plástico próprio para produtos alimentícios, o que reduziria meus custos iniciais com fermentadores pra menos de 6,3mil reais.
Com os nossos maravilhosos impostos, por se tratar de uma bebida alcoólica, reduziria ainda mais meu lucro, que pra uma produção nessa litragem, daria um lucro próximo a 6 mil reais mensais sem os impostos(pra pouco trabalho, digamos que bem menos de 20 horas semanais).
Isso se vender todas as garrafas, o que dá pra fazer se o hidromel for de boa qualidade, o que a legislação também atrapalha, pois existem várias combinações de hidromel com frutas, flores, e etc, que resultam em um bom mercado, mas o estado não tem classificação pra todos, então não podem ir a prateleiras. Como liberal, fique sabendo que boa parte dessas dificuldades é de interesse da ambev, que pega no pé com força contra cervejeiros artesanais, mercado que eu também exploraria, depois que o negocio ficasse mais próspero.


Isso sem contar na burocracia de merda que seria a inspeção, já que as regras são porcamente definidas e dependem do bom humor do inspetor.
Sem contar no alvará dos bombeiros, que é uma encheção de saco, pois a incompetência estatal é a unica capaz de classificar um produto de 14% de álcool como inflamável.
avatar
Isildur
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 116
Data de inscrição : 25/05/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Isildur em 2014-05-28, 11:01 pm

Eu era assim e, pra ser sincero, tenho isso até hoje. Eu descobri que gosto muito de investimento, fazer dinheiro crescer pelo prazer de ver ele se multiplicando, e estudar qualquer coisa relacionada a isso me dá muito prazer. Só que é uma coisa muito vaga, e muitas vezes demora tempo o suficiente pra você não ver resultado nenhum saindo daquilo em uma velocidade aprazível.

Só que é assim mesmo... além de a graça estar no processo, e não no resultado, o fato de ser vago te deixa a oportunidade de poder estudar e "se apaixonar e desapaixonar" por várias coisas. Todas elas, entretanto, ligadas a um assunto que te dá uma base e um pouco de paz no que se refere a "caçar sua área de interesse".

Não sei se vai te ajudar, mas pra mim isso resolveu boa parte dos meus problemas.

Askarar escreveu:Como liberal, fique sabendo que boa parte dessas dificuldades é de interesse da ambev, que pega no pé com força contra cervejeiros artesanais, mercado que eu também exploraria, depois que o negocio ficasse mais próspero.

O que reforça a ideia do liberalismo, que é não dar trela pro Estado, ouvindo o lobby da ambev, meter o bedelho e sair regulando o mercado de bebidas. Mas deixa essa discussão pra outra ocasião.


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Nightmare Elf
Admin OdD
Admin OdD

MBTI : INTJ
Mensagens : 5723
Data de inscrição : 22/08/2009

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Nightmare Elf em 2014-05-28, 11:11 pm

Existe forma de fazer em casa e vender em escala mínima e ir construindo aos poucos até oficializar/legalizar tudo?

Eu tenho um amigo passando pelo mesmo problema, no caso de brownies artesanais.


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
Membro da panela dos que tinham dragões antes disso ser legal
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



OdD 1: Ascensão 22/08/2009 - 20/07/2011
OdD 2: Queda 20/07/2011 - 22/03/2014
OdD 3: Atendendo a pedidos - 22/03/2014+
avatar
Paulo
Transão

Mensagens : 2959
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 116

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Paulo em 2014-05-28, 11:16 pm

eu nao sou a pessoa certa pra ta dando conselho sobre isso

mas o ponto de vista que eu tenho, tu deve focar em apenas 1 objetivo dps de alcançar ele tu pula pro proximo

não corre atras do que vai te trazer dinheiro e sim daquilo que tu gosta de fazer, se tu tem vontade de fazer, psicologia, fotografia, jornalismo, publicidade, ou medicina, engenharia, seila vai em frente, nao fika se baseando no que vai te trazer lucro e sim bem estar de satisfação, de fazer aquilo que tu gosta. a vida é uma só, viva para se sentir feliz e nao para sobreviver
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-28, 11:23 pm

Isildur escreveu:Eu era assim e, pra ser sincero, tenho isso até hoje. Eu descobri que gosto muito de investimento, fazer dinheiro crescer pelo prazer de ver ele se multiplicando, e estudar qualquer coisa relacionada a isso me dá muito prazer. Só que é uma coisa muito vaga, e muitas vezes demora tempo o suficiente pra você não ver resultado nenhum saindo daquilo em uma velocidade aprazível.

Só que é assim mesmo... além de a graça estar no processo, e não no resultado, o fato de ser vago te deixa a oportunidade de poder estudar e "se apaixonar e desapaixonar" por várias coisas. Todas elas, entretanto, ligadas a um assunto que te dá uma base e um pouco de paz no que se refere a "caçar sua área de interesse".

Não sei se vai te ajudar, mas pra mim isso resolveu boa parte dos meus problemas.

Askarar escreveu:Como liberal, fique sabendo que boa parte dessas dificuldades é de interesse da ambev, que pega no pé com força contra cervejeiros artesanais, mercado que eu também exploraria, depois que o negocio ficasse mais próspero.

O que reforça a ideia do liberalismo, que é não dar trela pro Estado, ouvindo o lobby da ambev, meter o bedelho e sair regulando o mercado de bebidas. Mas deixa essa discussão pra outra ocasião.
Interessante, vlw.

@liberalismo
eu sei, eu apoio o liberalismo  Laughing Laughing Laughing 
avatar
Isildur
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 116
Data de inscrição : 25/05/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Isildur em 2014-05-28, 11:25 pm

vc chegou a ir pra engenharia de software?

nao ne


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Bob Joe
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 165
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 103

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Bob Joe em 2014-05-28, 11:34 pm

Eng. de Soft é chato pra cacete, essa é a verdade que precisa ser dita. Acho que você não vai curtir uma área que não há muita coisa interessante pra aprender, apenas controles de processos.
avatar
Isildur
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 116
Data de inscrição : 25/05/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Isildur em 2014-05-28, 11:36 pm

como que é esse curso?

faço a menor ideia de como funciona


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-29, 1:51 am

Bob Joe escreveu:Eng. de Soft é chato pra cacete, essa é a verdade que precisa ser dita. Acho que você não vai curtir uma área que não há muita coisa interessante pra aprender, apenas controles de processos.

Não me parece chato, a parte do projeto é a mais legal ao meu ver  Laughing 
avatar
Luks
Liferuler

Mensagens : 1727
Data de inscrição : 25/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Luks em 2014-05-29, 9:44 am

Cara, sei la, eu acho q n final das contas ninguem é apaixonado pelo seu trabalho, ninguem curte ser obrigado a ter resultados e tudo q um trabalho formal impoe.
E parece tambem q esse negocio de ser apaixonado pelo q faz e bla bla cliche hoje em dia esta virando um mantra, pq vc precisa ser apaixonado pelo q vc faz? Isso as vezes leva as pessoas a fazerem procuras impossiveis, até pq nao tem como quantificar muito se vc gosta mais de uma coisa ou de outra coisa, e no final das contas muita gente acaba achando q o quanto ela gosta nao é o suficiente pra continuar com aquilo.
Eu acho q te falta um pouco de disciplina ask, para aguentar e levar em frente mesmo as parte q vc nao gosta dentro do q vc faz( q eu espero q no minimo para vc seja suportavel).
avatar
Bob Joe
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 165
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 103

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Bob Joe em 2014-05-29, 12:15 pm

Askarar escreveu:
Não me parece chato, a parte do projeto é a mais legal ao meu ver  Laughing 

Cara, você já fez uma planilha de projeto no Project, um especificação de requisitos, já leu o PMBOK ou ITIL ou aquele maldito manual de aplicação do MPS.BR, já viu metodologias e framework de testes, gerência de artefatos usando controle de versão e etc?

Se você realmente ver isso tudo e achar LEGAL, pqp, se tá de parabéns. Eu realmente não tenho paciência pra planilhas de excel, infográficos, padrões de gestão, MS Project e certificações de gestão. Muita gente acha maneiro porque essas coisas estão ligadas à cargos de gerência, mandar em pessoas, ganhar dinheiro. Mas são poucas pessoas que realmente gostam disso, que são sistemáticas e disciplinadas de uma forma quase que natural. Eu admiro essas pessoas mas eu sou um porcalhão e me entedio facilmente com tarefas desse tipo.

Sem contar que dentro da computação como ciência, a área de Eng. de Software é meio que piada. Pouquíssimos trabalhos tem realmente algum tipo de relevância, a maioria não tem credibilidade nem de aplicação prática.

Ask, você já trabalhou em algum projeto de pesquisa ou deu alguma aula da área de computação? São duas coisas que vale a experiência. As vezes você tem perfil científico e nem sabe.
avatar
Detonadorado
Fuinha

Mensagens : 4
Data de inscrição : 29/05/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Detonadorado em 2014-05-29, 8:02 pm

Askarar saudades de tu cara
 Laughing 


Não tenho vc mais adicionado
porr@
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-29, 9:23 pm

Bob Joe escreveu:
Askarar escreveu:
Não me parece chato, a parte do projeto é a mais legal ao meu ver  Laughing 

Cara, você já fez uma planilha de projeto no Project, um especificação de requisitos, já leu o PMBOK ou ITIL ou aquele maldito manual de aplicação do MPS.BR, já viu metodologias e framework de testes, gerência de artefatos usando controle de versão e etc?

Se você realmente ver isso tudo e achar LEGAL, pqp, se tá de parabéns. Eu realmente não tenho paciência pra planilhas de excel, infográficos, padrões de gestão, MS Project e certificações de gestão. Muita gente acha maneiro porque essas coisas estão ligadas à cargos de gerência, mandar em pessoas, ganhar dinheiro. Mas são poucas pessoas que realmente gostam disso, que são sistemáticas e disciplinadas de uma forma quase que natural. Eu admiro essas pessoas mas eu sou um porcalhão e me entedio facilmente com tarefas desse tipo.

Sem contar que dentro da computação como ciência, a área de Eng. de Software é meio que piada. Pouquíssimos trabalhos tem realmente algum tipo de relevância, a maioria não tem credibilidade nem de aplicação prática.

Ask, você já trabalhou em algum projeto de pesquisa ou deu alguma aula da área de computação? São duas coisas que vale a experiência. As vezes você tem perfil científico e nem sabe.

Pra ser sincero, gosto mais da área de especificação de requisitos, projeto, diagramações.

Nunca trabalhei em pesquisa, nem dei aula.
avatar
Nightmare Elf
Admin OdD
Admin OdD

MBTI : INTJ
Mensagens : 5723
Data de inscrição : 22/08/2009

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Nightmare Elf em 2014-05-29, 9:25 pm

Bob Joe escreveu:
Askarar escreveu:
Não me parece chato, a parte do projeto é a mais legal ao meu ver  Laughing 

Cara, você já fez uma planilha de projeto no Project, um especificação de requisitos, já leu o PMBOK ou ITIL ou aquele maldito manual de aplicação do MPS.BR, já viu metodologias e framework de testes, gerência de artefatos usando controle de versão e etc?

Se você realmente ver isso tudo e achar LEGAL, pqp, se tá de parabéns. Eu realmente não tenho paciência pra planilhas de excel, infográficos, padrões de gestão, MS Project e certificações de gestão. Muita gente acha maneiro porque essas coisas estão ligadas à cargos de gerência, mandar em pessoas, ganhar dinheiro. Mas são poucas pessoas que realmente gostam disso, que são sistemáticas e disciplinadas de uma forma quase que natural. Eu admiro essas pessoas mas eu sou um porcalhão e me entedio facilmente com tarefas desse tipo.

Isso sem contar que, se você não tiver pulso, seu excel e seu ppt bonitinhos não farão diferença alguma e as coisas não vão acontecer como a PMBOK diz.

Aliás, PMBOK é muito bacana para projetos longos de coisas que só são mudadas com custos altos ou muita dificuldade. Software tem em sua natureza a ótima capacidade de mudar rapidamente e facilmente (em comparação, por exemplo, com a construção de um prédio ou novo hardware), por isso estratégias de desenvolvimento ágil de produtos, como scrum, são preferidas (mesmo por órgãos bem controlados e burocráticos, como o governo americano).

O que quero dizer é que, além dessas técnicas serem meio babaquice por só serem aplicadas em alguns casos, elas dependem de um fator humano que provavelmente você não tem hoje (eu gerencio desenvolvedores no meu trabalho e é foda implantar algumas coisas), portanto você não tem como saber se você ama a coisa na prática ou não (diferente de, desenvolvimento puro, que você pegaria um template de web app em MEAN stack e veria se curte).

Ou seja, essas coisas que você vai ver numa facul de engenharia de software, bem... o mundo real é bem diferente.



Isso porque eu estou falando de 1 projeto, 1 produto, 1 software. Quando você passa a ver mais de um ao mesmo tempo, numa companhia, e olha pros 5 livrinhos do ITIL procurando como gerenciar seu portfolio de TI, eu aposto 2 dilmas que você vai achar um saco.


Você podia dar uma lida em arquitetura de software. Tem muito arquiteto que não manja muito de programação, embora isso seja meio mal visto.


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
Membro da panela dos que tinham dragões antes disso ser legal
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



OdD 1: Ascensão 22/08/2009 - 20/07/2011
OdD 2: Queda 20/07/2011 - 22/03/2014
OdD 3: Atendendo a pedidos - 22/03/2014+
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-31, 1:36 am

Já estou quase pensando em terminar logo esse C.C. e trabalhar até achar o quê gosto de vdd
tá fácil não essa porra viu
avatar
Nightmare Elf
Admin OdD
Admin OdD

MBTI : INTJ
Mensagens : 5723
Data de inscrição : 22/08/2009

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Nightmare Elf em 2014-05-31, 4:19 am

Existem duas correntes filosóficas aqui:

A corrente "se forme logo". É a galera que acredita que instituições de ensino não servem porque seus formatos são ruins e antiquados e seu conteúdo é regulado pelo governo. Basicamente o conteúdo que você vê na facul é inútil ou desatualizado ou não ensinado de forma produtiva. A idéia desse pensamento é sair logo da faculdade para, aí sim, ir estudar ou fazer o que quiser (ou conseguir) e na forma que quiser. Por exemplo, eu tenho uma amiga que entrou na faculdade para um curso fácil de 4 anos, juntou matérias para se formar em 3 e passou o 1 ano "economizado" estudando pro concurso que ela queria.

Existe também a corrente "aproveite o tempo na facul". É a galera que acredita que, enquanto você estiver na faculdade, você tem o dever de aproveitar ao máximo o acesso que tem a diferentes disciplinas, professores, contatos e oportunidades. Pra que pegar 10 matérias obrigatórias e acelerar um período se você pode pegar 3 obrigatórias, 3 eletivas que nem tem muito a ver mas podem agregar valor, e um projeto com algum professor? Eu tenho um amigo assim, ele se formou com um período de atraso e partiu pro mestrado e daí partiu pro doutorado. Ele nem quer ser pesquisador ou professor, mas ele acha que o tempo dele é melhor aproveitado estudando alguma matéria profunda ao invés de, na opinião dele, fazer coisas idiotas no mercado de trabalho. Hoje ele tem 28 anos e 0 experiência profissional tirando alguns estágios, mas ele diz/considera que doutorado e experiência de mercado são a mesma coisa.


Bom, eu tenho uma inclinação para primeira, mas a experiência universitária é bem pessoal e cada um tem seu tempo/ritmo e hora tanto para entrar quanto para sair.


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
Membro da panela dos que tinham dragões antes disso ser legal
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



OdD 1: Ascensão 22/08/2009 - 20/07/2011
OdD 2: Queda 20/07/2011 - 22/03/2014
OdD 3: Atendendo a pedidos - 22/03/2014+
avatar
Paulo
Transão

Mensagens : 2959
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 116

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Paulo em 2014-05-31, 7:36 am

esse teu amigo ai é retardado elf,

joga ele em uma empresa um auxiliar vai ta sabendo mas do que ele


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
Bob Joe
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 165
Data de inscrição : 22/03/2014
Idade : 103

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Bob Joe em 2014-05-31, 10:43 am

Nightmare Elf escreveu:Existem duas correntes filosóficas aqui:

A corrente "se forme logo". É a galera que acredita que instituições de ensino não servem porque seus formatos são ruins e antiquados e seu conteúdo é regulado pelo governo. Basicamente o conteúdo que você vê na facul é inútil ou desatualizado ou não ensinado de forma produtiva. A idéia desse pensamento é sair logo da faculdade para, aí sim, ir estudar ou fazer o que quiser (ou conseguir) e na forma que quiser. Por exemplo, eu tenho uma amiga que entrou na faculdade para um curso fácil de 4 anos, juntou matérias para se formar em 3 e passou o 1 ano "economizado" estudando pro concurso que ela queria.

Existe também a corrente "aproveite o tempo na facul". É a galera que acredita que, enquanto você estiver na faculdade, você tem o dever de aproveitar ao máximo o acesso que tem a diferentes disciplinas, professores, contatos e oportunidades. Pra que pegar 10 matérias obrigatórias e acelerar um período se você pode pegar 3 obrigatórias, 3 eletivas que nem tem muito a ver mas podem agregar valor, e um projeto com algum professor? Eu tenho um amigo assim, ele se formou com um período de atraso e partiu pro mestrado e daí partiu pro doutorado. Ele nem quer ser pesquisador ou professor, mas ele acha que o tempo dele é melhor aproveitado estudando alguma matéria profunda ao invés de, na opinião dele, fazer coisas idiotas no mercado de trabalho. Hoje ele tem 28 anos e 0 experiência profissional tirando alguns estágios, mas ele diz/considera que doutorado e experiência de mercado são a mesma coisa.


Bom, eu tenho uma inclinação para primeira, mas a experiência universitária é bem pessoal e cada um tem seu tempo/ritmo e hora tanto para entrar quanto para sair.

Ai cara, sei lá, mas é tão difícil resumir as coisas nessas duas formas de pensamento...

Se seu colega aí com doutorado for trabalhar em uma área eminentemente de pesquisa, ele está certo. Mesmo a criatura não tendo vivência corporativa nenhuma, qualquer empresa que trabalha com essa área quer gente como ele. E, convenhamos, trabalhar em empresa não é também algo que necessite de anos de experiência para aprender, é questão apenas de costume. Para quem pesquisa, o jeito de se fazer das empresas é sempre o jeito mais fácil.

Além disso, mestrado e doutorado são coisas muito mais fáceis de serem concluídas logo após a graduação. Isso porque é comum pessoas que migrem para o mercado e parem de estudar pra valer, não conseguindo retornar aos estudos. Eu vejo isso com frequência no meu projeto de pesquisa. Acrescentando a isso, o contato com professores-orientadores e com uma linha de pesquisa também é determinante para conseguir vaga em um mestrado/doutorado. Por isso uns 90% dos alunos de mestrado da área de computação são recém-formados.

Outra coisa interessante da área acadêmica inserindo-se na área de mercado são as consultorias. Dependendo da sua área de pesquisa, é comum empresas pagarem doutores e professores de federais ou Universidades grandes para trabalhos bem específicos de pesquisa. Muita gente ganha uma grana com isso. As grandes empregadoras de profissionais acadêmicos em Minas são as empresas de mineração.

Ou seja, tem que conhecer tudo para saber realmente o que vai adicionar à sua vida e carreira. Lá atrás eu caí nesse de "ahh, vou seguir essa filosofia de formar e ir para o mercado" sendo que eu tinha uma visão totalmente estereotipada do que era pesquisa. O grande problema é que a gente vai tentando encaixar as coisas da vida na nossa filosofia e não tentar montar um caminho com base na realidade. Naquela época, eu pegava todos os contras de continuar na área acadêmica e todos os pontos a favor de ir para o mercado. Tudo para me convencer que minha escolha era a certa. Talvez seu amigo esteja fazendo o mesmo, só que ao contrário.
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-05-31, 9:05 pm

krl vou é virar o ask22 e viver vendendo minha arte das coisas que a natureza produz

Mas sério, tenho medo de tentar continuar em C.C. e não dar conta, e perder mais tempo
avatar
Nightmare Elf
Admin OdD
Admin OdD

MBTI : INTJ
Mensagens : 5723
Data de inscrição : 22/08/2009

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Nightmare Elf em 2014-06-02, 1:14 am

Bob Joe escreveu:
Nightmare Elf escreveu:Existem duas correntes filosóficas aqui:

A corrente "se forme logo". É a galera que acredita que instituições de ensino não servem porque seus formatos são ruins e antiquados e seu conteúdo é regulado pelo governo. Basicamente o conteúdo que você vê na facul é inútil ou desatualizado ou não ensinado de forma produtiva. A idéia desse pensamento é sair logo da faculdade para, aí sim, ir estudar ou fazer o que quiser (ou conseguir) e na forma que quiser. Por exemplo, eu tenho uma amiga que entrou na faculdade para um curso fácil de 4 anos, juntou matérias para se formar em 3 e passou o 1 ano "economizado" estudando pro concurso que ela queria.

Existe também a corrente "aproveite o tempo na facul". É a galera que acredita que, enquanto você estiver na faculdade, você tem o dever de aproveitar ao máximo o acesso que tem a diferentes disciplinas, professores, contatos e oportunidades. Pra que pegar 10 matérias obrigatórias e acelerar um período se você pode pegar 3 obrigatórias, 3 eletivas que nem tem muito a ver mas podem agregar valor, e um projeto com algum professor? Eu tenho um amigo assim, ele se formou com um período de atraso e partiu pro mestrado e daí partiu pro doutorado. Ele nem quer ser pesquisador ou professor, mas ele acha que o tempo dele é melhor aproveitado estudando alguma matéria profunda ao invés de, na opinião dele, fazer coisas idiotas no mercado de trabalho. Hoje ele tem 28 anos e 0 experiência profissional tirando alguns estágios, mas ele diz/considera que doutorado e experiência de mercado são a mesma coisa.


Bom, eu tenho uma inclinação para primeira, mas a experiência universitária é bem pessoal e cada um tem seu tempo/ritmo e hora tanto para entrar quanto para sair.

Ai cara, sei lá, mas é tão difícil resumir as coisas nessas duas formas de pensamento...

Se seu colega aí com doutorado for trabalhar em uma área eminentemente de pesquisa, ele está certo. Mesmo a criatura não tendo vivência corporativa nenhuma, qualquer empresa que trabalha com essa área quer gente como ele. E, convenhamos, trabalhar em empresa não é também algo que necessite de anos de experiência para aprender, é questão apenas de costume. Para quem pesquisa, o jeito de se fazer das empresas é sempre o jeito mais fácil.

Além disso, mestrado e doutorado são coisas muito mais fáceis de serem concluídas logo após a graduação. Isso porque é comum pessoas que migrem para o mercado e parem de estudar pra valer, não conseguindo retornar aos estudos. Eu vejo isso com frequência no meu projeto de pesquisa. Acrescentando a isso, o contato com professores-orientadores e com uma linha de pesquisa também é determinante para conseguir vaga em um mestrado/doutorado. Por isso uns 90% dos alunos de mestrado da área de computação são recém-formados.

Outra coisa interessante da área acadêmica inserindo-se na área de mercado são as consultorias. Dependendo da sua área de pesquisa, é comum empresas pagarem doutores e professores de federais ou Universidades grandes para trabalhos bem específicos de pesquisa. Muita gente ganha uma grana com isso. As grandes empregadoras de profissionais acadêmicos em Minas são as empresas de mineração.

Ou seja, tem que conhecer tudo para saber realmente o que vai adicionar à sua vida e carreira. Lá atrás eu caí nesse de "ahh, vou seguir essa filosofia de formar e ir para o mercado" sendo que eu tinha uma visão totalmente estereotipada do que era pesquisa. O grande problema é que a gente vai tentando encaixar as coisas da vida na nossa filosofia e não tentar montar um caminho com base na realidade. Naquela época, eu pegava todos os contras de continuar na área acadêmica e todos os pontos a favor de ir para o mercado. Tudo para me convencer que minha escolha era a certa. Talvez seu amigo esteja fazendo o mesmo, só que ao contrário.

Realmente, do jeito que eu falei soa meio simples, mas é melhor ter um plano/filosofia do que ir fazendo a faculdade sem pretensões Laughing

Parece sim, ser o caso do meu amigo. Mas como o doutorado dele é nos EUA eu acabei perdendo contato. Acho que agora ele vai fazer um pós-doc lá.

Uma dica da galera acadêmica é realmente fazer consultoria. Alguns amigos meus me falaram que é ridículo, porque eles conseguem usar o título de pós-graduando para comprar software que empresas pagariam caríssimo. Com essas ferramentas, eles oferecem um serviço mínimo, de graça, argumentando que é pro estudo deles. E aí a empresa normalmente curte, e eles passam a fazer mais coisa, só que cobrando (deve ter cláusula contra isso, mas enfim, isso é Brasil).

Ask, o que falta pra terminar mesmo?


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
Membro da panela dos que tinham dragões antes disso ser legal
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



OdD 1: Ascensão 22/08/2009 - 20/07/2011
OdD 2: Queda 20/07/2011 - 22/03/2014
OdD 3: Atendendo a pedidos - 22/03/2014+
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-06-02, 1:53 am

2,5 anos, as piores matérias
avatar
Nightmare Elf
Admin OdD
Admin OdD

MBTI : INTJ
Mensagens : 5723
Data de inscrição : 22/08/2009

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Nightmare Elf em 2014-06-02, 1:37 pm

Você se formaria com 25 então?


 

_________________________  ▲▼ _________________________

 
Membro da panela dos que tinham dragões antes disso ser legal
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



OdD 1: Ascensão 22/08/2009 - 20/07/2011
OdD 2: Queda 20/07/2011 - 22/03/2014
OdD 3: Atendendo a pedidos - 22/03/2014+
avatar
Askarar
Fã de Crepúsculo

Mensagens : 292
Data de inscrição : 23/03/2014

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Askarar em 2014-06-02, 2:43 pm

Nightmare Elf escreveu:Você se formaria com 25 então?

se eu n bombar em nada, fizer o tcc a tempo, e estágio obrigatório, eu termino no fim de 2016, logo, com 24 anos, pra fazer 25 em fevereiro de 2017

Conteúdo patrocinado

Re: 22 anos e merda nenhuma de horizonte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 2017-12-16, 5:04 am